Beijo gay de cabo do Exército gera intolerância e homofobia na web

Beijo gay de cabo do Exército gera intolerância e homofobia na web

Mais um exemplo de homofobia, ódio, ignorância e ódio gratuitos na Internet. E para tudo ficar ainda pior, a homofobia partiu de dentro do próprio, de um sargento, quem teoricamente deveria ser uma pessoa esclarecida e sem preconceitos, afinal eles estão aí para servir o país e defender TODOS os cidadãos.

Um cabo do Exército brasileiro tirou foto beijando outro homem enquanto ainda usava a farda da corporação. A imagem foi o suficiente para que o sargento Valmir Selva, de Foz do Iguaçu, ficasse indignado e publicasse texto homofóbico em seu perfil do Facebook, incitando o ódio e pedindo que outros membros do Exército brasileiro repudiassem o ato.

Confira a texto na íntegra e da forma como foi postado:

“COMPLETAMENTE INDIGNADO…………
UM CABO DO EXERCITO DO O 12º GAC QUE ESTÁ SEDIADO EM JUNDIAÍ (SP) TIRAR UMA FOTO FARDADO COMETENDO ATO LIBIDINOSO E DEPOIS VAI DIZER QUE E DIREITO DOS LGBT GLS PARA O INFERNO F.D.P QUER FAZER SELF SEU VIADO TIRA GLORIOSA FARDA QUE TANTO AMO; E RESPEITO VAMOS DIVULGAR E BOTAR ESTE VERME NO LUGAR QUE ELE MERECE …..”

10 perguntas que os gays não aguentam mais ouvir

Nos comentários da foto que, apesar de compartilhada em modo público, só permite que os amigos de quem postou comente a imagem, é possível ver a enxurrada de reprovação ao beijo gay. Confira algumas das repostas e a forma em que foram publicadas:

“E muito vergonhoso essas criaturas que deus tenha misericordia deles”

“Isso é baixaria, infelizmente o mundo está sendo dominado por esses tipos de gente, não tem geito, é questão de tempo pra está tudo dominado, aí vai começar a guerra!”

“É Abominação,,,em nome da Pátria e Força terrestre do Brasil tirem esse Lixo…”

“espero uma atitude dos superiores, ou vai ficar assim mesmo”

“Nossa como pode não honrar a farda que veste , querer ter seu macho problema dele agora envergonha toda uma corporação e inadmissível!!!”

wwhat

Em meio a tanto ódio, uma resposta sensata:

“Não mais nessa conjuntura que vivemos, pois sou militar, e ao dar uma beijo na esposa, estando eu fardado e fora do quartel, não há problemas, portanto, invocarão (soldados) o princípio da isonomia, a justiça reconhece esse direito para Eles.”

É muito triste quando uma imagem como essa deveria compartilhar amor e o efeito é justamente o contrário. Ainda tenho a esperança que um dia isso mude, mas por enquanto está difícil.

get (4)

 

0 I like it
0 I don't like it

Blogueiro, Youtuber, Social Media, Gerente de Projetos Web, metido a webdesigner e programador, sim, um workaholic. Viciado em The Sims, Resident Evil e músicas toscas. Aspirante a ator.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *