Homem machão e bruto: vale a pena desejar um?

Homem machão e bruto: vale a pena querer um

Esse texto não é originalmente meu e sim do leitor do blog Nuel Conoz’coque enviou essa maravilha via inbox na fan page do Gay Casado. Achei o conteúdo tão perfeito e pertinente que decidi reproduzir aqui, leia e reflita:

Confesso que algumas vezes, à primeira vista, alguns discursos de militâncias me assustam, parecem radicais, mas depois de refletir um pouco sobre eles, chego à conclusão de que quase todos estão cobertos de razão. Estava refletindo hoje sobre o modelo de homem-grosseiro-rude-brucutão tão desejado por grande parte das mulheres e também por esmagadora maioria dos gays.

get (7)

Seria o fenótipo o masculinizado ao extremo, que não faz as unhas, tampouco preocupa se o cabelo está arrumado ou não. Uma construção social antiquada, ultrapassada e totalmente retrógrada, que colocava as mulheres em uma posição de submissão e os homens em um papel que não os permitia cuidarem de sua aparência, nem tampouco demonstrar sensibilidade sobrevivendo de maneira simbólica no imaginário sexual de muitas pessoas da atualidade.
tumblr_noecvukZwM1qbcpzfo5_500 (1)

Daí vocês me vêm com argumentos do tipo: “ah, mas eu só me atraio por homens super-hiper-mega-másculos”. Cara, deixa disso! Homens assim, graças ao bom Deus, estão em extinção, e devem desaparecer do mapa até o final da próxima década (tomara!).

As mulheres conquistaram seus direitos ao mercado de trabalho, às lutas, à independência. É óbvio que na contrapartida, os homens iriam se permitir ser mais sensíveis e cuidarem de sua aparência. Quanto aos gays terem esse tipo de fetiche citado acima, acho ridículo! Fetichizar com uma construção histórica decadente que obriga os homens a “interpretar” um papel desprovido de grandes sentimentos e de cuidar de si mesmos… Parem e pensem, por gentileza!

get (4)

O corpo e o carinho não irão mudar com essa “macheza” artificial que vocês tanto querem… Isso foi introduzido na mente de vocês quando crianças (a tal coisa do ‘machinho’ vai brincar de médico e bola, enquanto a ‘mocinha’ vai brincar de casinha e de boneca). Daí, são feitas as associações futuras – o gay afeminado seria a interpretação do papel feminino (por aproximação – ???), enquanto o ‘macho’ seria o ‘macho’ mesmo, ainda que homossexual (???????).

wwhat

Pois bem, isto está mudando, meus jovens! Vamos nos permitir e parar com esses rótulos absurdos! Mais uma vez, isso são construções históricas que só reforçam o preconceito e o retrocesso. Analisem e amem as pessoas pelo conteúdo e sua totalidade, que é muito maior que exteriorizações que você recalcou em sua mente durante a infância.
Beijos de luz!

tumblr_lm4yqd1WNz1qelmnbo1_500

É isso, apenas queria deixar aqui essa reflexão perfeita que bate completamente com muita coisa que vejo por aí sobre gente querendo o tal do “homem machão”, como se fosse a melhor coisa do mundo.

0 I like it
0 I don't like it

Blogueiro, Youtuber, Social Media, Gerente de Projetos Web, metido a webdesigner e programador, sim, um workaholic. Viciado em The Sims, Resident Evil e músicas toscas. Aspirante a ator.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *